segunda-feira, 12 de junho de 2017

Quinto VLT entra em circulação na CBTU João Pessoa nesta terça, 06

06/06/2017 - CBTU

A quinta composição do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) da CBTU João Pessoa entrou em circulação na manhã desta terça-feira, 06. A entrega de mais um trem para a operação comercial faz parte do projeto de modernização da Companhia no Estado e objetiva oferecer transporte com mais qualidade e comodidade para os paraibanos. Ao final do programa, serão oito composições de trens modernos e mais confortáveis trafegando entre as estações de Cabedelo e Santa Rita. A primeira teste viagem do quinto VLT teve início na Estação Cabedelo, com saída às 09h46 com destino a Santa Rita.

A previsão é que no ano de 2018 todo esse processo esteja concluído. E com a modernização realizada na via e a construção de estações ilhas que possibilitará mais cruzamentos entre as composições, a estimativa da CBTU é reduzir o tempo de espera entre os trens dos atuais 60 minutos para 15 minutos em média. A Companhia também prevê um aumento no número de passageiros transportados diariamente.

06062017c

06062017d

06062017b


terça-feira, 29 de março de 2016

CBTU terá quatro novas estações na Região Metropolitana de JP

24/03/2016 – Jornal da Paraíba – João Pessoa/PB

A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) está desenvolvendo um projeto para quatro novas estações na malha ferroviária que liga Cabedelo a Santa Rita, na Região Metropolitana de João Pessoa. Elas deverão ser construídas em Tibiri, Bayeux, possivelmente em Intermares – caso haja a construção de um shop- ping – e Camboinha 2, próximo ao campus de Cabedelo do Instituto Federal de Educação Tecnológica da Paraíba (IFPB). Além disso, o órgão, em parceria com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e a Prefeitura de Santa Rita, irá inserir cancelas manuais em três pontos da ferrovia, em atenção a reivindicações da população local após acidente entre ônibus e trem que matou cinco pessoas há cerca de um mês.


terça-feira, 1 de dezembro de 2015

CBTU: construção e reforma de estações

28/11/2015  – Ônibus Paraibanos – CAMPINA GRANDE/PB

Boa notícia para quem precisa utilizar o transporte púbico em Santa Rita: a cidade vai ganhar duas novas estações de trens. Uma delas vai ser construída em Tibiri Fábrica, perto da Secretaria de Educação, e outra em Várzea Nova, próximo ao clube do tiro. Cláudio Picolli, gerente de planejamento e engenharia da CBTU, disse que toda a via férrea vai precisar ser remodelada. “Os novos trilhos já foram adquiridos e devem chegar no início do próximo ano. O equipamento está vindo da China”, disse Picolli.

Cada estação vai custar entre dois e três milhões de reais. A verba vem do PAC II. As estações serão completamente automatizadas, com geradores, semáforos que indicam a aproximação do trem, onde também serão feitos trabalhos de drenagem. As obras devem começar em maio de 2016. O projeto já foi concluído e agora terá início a fase de licitação. A previsão de conclusão das obras é 2018.

A estação de Santa Rita é a segunda em movimentação de pessoas do sistema atendido pela CBTU. Segundo Paulo Barreto, Superintendente da Companhia, ano que vem deve chegar um terceiro VLT (Veículo Leve sobre Trilhos). Até 2017 devem chegar todos de um total de oito. Com isso, o tempo de espera entre as viagens deve cair de 1 hora para 20 minutos. “Falar de trens é pensar na mobilidade urbana. É um transporte mais seguro e econômico. Quanto mais passageiros a gente leva em nossos trens diminui o número de carros, alternativos e ônibus. Isso é algo que vem de encontro aos anseios da população”, afirmou Paulo.

Entre Santa Rita e Cabedelo são transportados em média 7 a 10 mil usuários. Os trens possuem ar-condicionado, assentos preferenciais para idosos, gestantes e obesos além de acessibilidade para cadeirantes.

Segundo Werinson Duarte, Secretário de Planejamento de Santa Rita, a chegada das novas estações vai trazer mais qualidade de vida para os moradores. “Na região de Santo Amaro a população só é atendida por ônibus ou alternativo e essa nova estação vai beneficiar a população que gasta muito de ônibus. A passagem do trem custa bem menos”, afirmou. “A gente recebe com alegria essas novas estações e a reforma das antigas porque vai ser algo que vai trazer melhoria para quem utiliza esse transporte. A população vai ter mais agilidade e conforto nas viagens”, afirmou o vereador João Júnior.

Além dos representantes da CBTU, também estiveram na reunião para falar sobre essas novas estações os vereadores Cibely Inocêncio e Aurian de Lima e o Secretário de Articulação, Assis de Olavo.

terça-feira, 10 de novembro de 2015

Estação Ferroviária de João Pessoa completa 73 anos

10/11/2015 - CBTU

Estação Ferroviária de João Pessoa

A Estação João Pessoa completa 73 anos, nesta-terça-feira, dia 10 de novembro. Atualmente, o prédio abriga a Superintendência, a área administrativa da Companhia, além de ser a Estação Central da CBTU João Pessoa. Na década de 40, a estação foi demolida e na mesma área, no bairro do Varadouro, foi erguida a atual edificação.

Com características modernistas – linhas retas, marquise, mezanino, fachadas sem adornos e esquadrias de ferros, a Estação João Pessoa, desde a sua inauguração, já passou por várias reformas, mas mantêm as linhas arquitetônicas do seu projeto, até porque é tombada pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Arquitetônico da Paraíba.

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

CBTU João Pessoa anuncia que terá 100% da frota em uso até dezembro

04/11/2015 - Paraíba Já 

Um esforço concentrado entre os empregados da Oficina e a empresa terceirizada resultou na disponibilidade de 86% dos trens e 100% dos Veículos Leve sobre Trilhos (VLTs) para o transporte de passageiros na capital paraibana. De acordo com o coordenador de Manutenção da CBTU João Pessoa, Sérgio Marcelino, a meta é alcançar os 100% até o final do ano. Assim, a Companhia pretende otimizar seus índices de regularidade e pontualidade.

de  Os dois VLTs trafegam normalmente dentro da grade horária. “Com esse trabalho da manutenção, a gente garante mais trens em condições de tráfego e quem ganha é o nosso passageiro que passa a ter mais segurança nos horários e conforto nas viagens”, afirma o superintendente Paulo Barreto.

“Em apenas dois meses a frente da CBTU João Pessoa, Paulo Barreto conseguiu imprimir um ritmo de atividades que mudou a rotina da oficina e com isso otimizou o nosso planejamento. O resultado é menos material rodante em manutenção e mais trens disponíveis para operação”, revela Marcelino.

Na prática, com todos esses trens prontos para trafegar, se por ventura, acontecer alguma quebra, a CBTU João Pessoa terá trens de reservas para realizar a substituição imediatamente. Os passageiros aprovam a iniciativa e garantem que com segurança de chegar ao seu destino vão se manter fiéis ao transporte ferroviário. “Isso tem que ser feito sempre. Muito bom mesmo”, diz a doméstica Rosicleide dos Santos.

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

CBTU entrega mais uma locomotiva modernizada em João Pessoa

27/10/2015 - CBTU

CBTU entrega mais uma locomotiva modernizada em João Pessoa

Com a finalidade de beneficiar a população, manter a regularidade e a pontualidade dos trens, a CBTU João Pessoa moderniza mais uma locomotiva. A reforma foi executada na oficina da CBTU João Pessoa, localizada na Estação de Cabedelo pela equipe de manutenção da Companhia e também na cidade de São Paulo. O custo da modernização foi de R$ 1,66 milhão.

A locomotiva 6008 entra em operação com várias melhorias como ar condicionado na cabine do maquinista; módulos eletrônicos de primeira linha; motor diesel totalmente reformado; novas instalações elétricas; equipamentos mecânicos modernizados; cabeçotes do motor diesel, compressor, embreagem magnética; além de todos os equipamentos elétricos estacionários e rotativos reformados; e pintura personalizada.

De com o Coordenador de Manutenção, Sérgio Marcelino, tudo isso é para proporcionar aos usuários, um transporte confiável, seguro e novo. “A CBTU João Pessoa possui cinco locomotivas em condições operacionais para atender a população”, afirma. As locomotivas operam juntamente com os dois VLTs (Veículo Leve sobre Trilhos), em horários alternados para cumprir a grade que se inicia as 04h25 e termina às 19h41.


terça-feira, 19 de maio de 2015

JP pode ter ponto de trem em shopping; 2 estações e mais 3 VLTs chegam em 2015

16/05/2015 - Portal Correio

O processo de modernização dos transportes de passageiros que vem sendo implantado pela Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) prevê a construção de mais duas estações e a disponibilidade de pelo menos mais três outros trens VLTs (Veículo Leve sobre Trilhos) ainda este ano na Grande João Pessoa. 

De acordo com o gerente de Planejamento e Engenharia da CBTU, Cláudio Picole, se os recursos para este ano, orçados em R$ 42 milhões somente para João Pessoa forem disponibilizados no tempo devido, além da construção das novas estações de Bayeux e do Jacaré nas proximidades das atuais, serão feitos também a remodelação da via férrea em um trecho de cinco quilômetros de Santa Rita para João Pessoa e a construção de mais dois cruzamentos que permitirão a inclusão de mais dois trens VLTs para operação. 

Ele disse que serão adquiridas 2 mil toneladas de trilhos que representam 44,4 mil metros de trilhos TR45, que substituirão os trilhos TR 37 atuais. Picole explicou que os trilhos TR45 são mais robustos e portanto mais resistentes. Além disso, são mais 45 mil dormentes adquiridos para a renovação da malha férrea. 

"A perspectiva é que no ano que vem sejam construidas as estações de Tibiri, da Escola Técnica de Cabedelo e uma terceira estação que dependerá da construção do Shopping Intermares para existir", contou. 

Quanto à questão das vias, Picole informou que a perspectiva é de que, até o fim de 2016, sejam remodelados 12 quilômetros e está ainda em estudos a ampliação de mais quatro quilômetros de via no sentido sul chegando até a Usina São João. 
Mais três VLTs 

O número de passageiros transportados mensalmente na Grande João Pessoa ultrapassa em média as 150 mil pessoas e para dar mais comodidade e rapidez ao serviço, mais três VLTs devem estar em operação até o final deste ano. 

O gerente operacional da CBTU, Otho Magno, informou que além dos dois em operação, um terceiro está com a montagem a ser concluída para ser entregue ainda nesse primeiro semestre e mais dois estão previstos para serem entregues até o fim do ano. 

Ele informou que o projeto prevê a disponibilização de oito VLTs para João Pessoa no total e espera que todos estejam prontos para operar até o final do ano que vem. "Se todos os prazos forem alcançados, teremos seis em operação, um na RESERVA e um em manutenção", explicou. 

Dos dois VLTs atualmente em operação, um esteve em manutenção por conta de danos causados por vegetação nos trilhos. Otho Magno informou que eles por enquanto operam no horário das 8h40 às 16h40, evitando os chamados 'horários de pico' devido à capacidade de abrigar passageiros ser quase 50% menor que os vagões tradicionais. 

Os VLTs só passarão a ser operacionalizados nos horários de maior volume de passageiros quando a OFERTA for ampliada. Conforme Magno, eles farão com que o tempo de espera pelo trem que é atualmente de 1 hora diminua para cerca de 15 a 20 minutos, dando mais agilidade às viagens. 

DOU 

Dados divulgados no Diário Oficial da União (DOU) mostram que estão previstos para 2015, INVESTIMENTOS na ordem de R$ 218 milhões em três capitais incluídas no PAC, entre elas João Pessoa. 

Os recursos são para esses INVESTIMENTOS de melhoria da infraestrutura dos serviços de transporte de passageiros da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU). Além de João Pessoa, as outras cidades beneficiadas com os recursos são Natal de Maceió. 

Ainda segundo o DOU, no ano passado, foram destinados R$ 84,7 milhões à aquisição de equipamentos para manutenção e recuperação e aquisição de material rodante, equipamentos de oficina, adequação de prédios operacionais e aquisição de materiais para via permanente.

Fonte: Portal Correio
Publicada em:: 16/05/2015